AYURVEDA ciência da longevidade

21 | 08 | 2022
AYURVEDA ciência da longevidade

por Sara Ferreira, Farmacêutica e Naturopata Ayurvédica. Responsável pela Consulta da Mulher pela Ayurveda no IMI.

INTRODUÇÃO

Ayurveda significa «ciência da vida» em sânscrito. É o Sistema de Saúde mais antigo da História, desenvolvido na Índia, tendo sido imortalizado pelos livros de Charak Samhita por volta de 500AC.

O objetivo da Ayurveda é promover a saúde, a vitalidade, a longevidade e ambiciona que a resistência humana se assemelhe à da «Ginkgo Biloba» representada na foto.

Desenvolveu 8 especialidades interdependentes:

1-Kaya chikitsa, especializada no tratamento dos desequilíbrios internos

2-Bala chikitsa, especializada no tratamento das doenças nas crianças

3-Graha chikitsa, especializada nas doenças mentais e emocionais

4-Vurdwanga chikitsa, especializada nas doenças que se localizam na cabeça e no pescoço

5-Salya chikitsa, especializada na cirurgia

6-Agada chikitsa, especializada em toxicologia

7-Rasayana, especializada na prevenção da doença, promoção da longevidade e rejuvenescimento

8-Vajeekara chikitsa, especializada na fertilidade

AYURVEDA quais os benefícios?

A Ayurveda é literalmente o «livro de instruções» do ser humano, ensinando-o a cuidar-se adequadamente de modo a prevenir a doença, através de procedimentos de desintoxicação, alimentação, rotinas diárias, prática de ioga e meditação, massagens e plantas medicinais. É um estilo de vida que promove o autoconhecimento, ensinando o ser humano a estar conectado consigo mesmo e com o ambiente.

A Ayurveda influenciou grandemente e «estilo de vida» atualmente considerado «saudável». Mas pode encontrar os seguintes benefícios na Ayurveda relativamente a outras terapias de Naturopatia:

1-O protocolo de terapia é diferente consoante a constituição física, fisiológica e psicológica individual, designada de prakriti. Por exemplo, o jejum intermitente não é uma prática saudável para todas as constituições, no entanto está a ser praticado por muitos, com consequências negativas para alguns tipos de constituição.

2-O protocolo de terapia é diferente consoante a estação do ano. A Ayurveda define a influência do Ambiente na nossa saúde e estabelece essa relação consoante cada constituição individual. Assim sendo, determinadas pessoas têm maior probabilidade de adoecer no Inverno e outras no Verão, dependendo do seu prakriti. Conhecer a relação prakriti-ambiente permite-nos definir estratégias para melhorar a adaptação e resistência face às adversidades ambientais. Por exemplo, as patologias de natureza Pita são mais frequentes no Verão, por isso as pessoas com constituição Pita devem ter cuidados específicos neste período, com o objetivo de prevenir a doença.

3-O protocolo de terapia é diferente consoante a idade e sexo do paciente. A Ayurveda define as alterações no dosha ao longo da vida, definindo estratégias para promover a saúde e prevenir a doença em cada etapa da vida e para cada género.

4-A Fitoterapia Ayurvédica não foca apenas na composição fitoativa mas estabelece quais as plantas que são benéficas para cada tipo de prakriti. Esta visão holística da planta explica porque algumas plantas funcionam com algumas pessoas e outras não e tem-me surpreendido muito enquanto farmacêutica. Por exemplo, o Guggul, resina muito utilizada nos regimes de emagrecimento, não deve ser usada por mulheres de constituição Pita, pois agrava todo o tipo de patologia de natureza Pita.

5-O objetivo da Ayurveda é que o paciente seja autónomo nos seus cuidados de saúde, por isso o profissional de ayurveda fornece-lhe estratégias de autoconhecimento para que ele seja capaz de identificar o desequilíbrio e definir uma estratégia para reencontrar o seu equilíbrio.

AYURVEDA o que é o DOSHA?

«Dosha» significa «qualidade» em sânscrito e refere-se à qualidade da matéria em geral. Como na Antiguidade não eram conhecidos os neutrões, protões e eletrões, eles classificaram a matéria com base nos 5 elementos Éter, Ar, Fogo, Água e Terra. O ser humano é a reunião destes cinco grandes elementos da natureza e pelo espírito, que é imaterial.

Assim sendo, a constituição individual (prakriti) depende da quantidade de cada elemento no seu organismo. Cada prakriti tem o seu dosha que quando em equilíbrio e harmonia, é responsável pelas diferentes funções do corpo e pelo seu funcionamento equilibrado. Quando em desequilíbrio origina a doença.


AYURVEDA porque é importante conhecer o PRAKRITI ou prakruthi?

Prakriti ou prakruthi significa «natureza ou origem» em sânscrito e determina a estrutura corporal e outras qualidades físicas, bem como qualidades fisiológicas como as capacidade digestiva, metabólica e a circulação. O prakriti determina ainda as características da personalidade.

Conhecer o prakriti permite conhecer a individualidade num todo, aquela que é imutável mas evolui ao longo da vida, sendo possível viver em harmonia com ela e potenciar os seus benefícios.

Conhecer o prakriti permite identificar que alimentos devo consumir, que alimentos devo evitar, que estilo de vida devo seguir e que ambientes devo evitar, de modo a ter saúde, vitalidade e prevenir a doença.

Conhecer o prakriti permite abrir o «livro de instruções» de cada individualidade. É compreender-se integralmente.

Conhecer o prakriti permite ainda identificar que doenças eu tenho propensão a adquirir e, portanto, permite definir estratégias para prevenir a doença e ter uma vida longa e plena.

Por outro lado, identificar o prakriti do «outro» é melhorar a empatia e as relações interpessoais.

AYURVEDA como posso saber qual é o meu PRAKRITI?

É possível saber o seu prakriti respondendo a questionários que inclusive pode encontrar online, no entanto, com margem de erro. É importante que consulte um profissional de Ayurveda com experiência, porque é muito comum a confusão entre prakriti, vikriti e dosha.

CaO prakriti de cada pessoa é uma combinação de 3 constituições priprincipais Vata, Pitta e Kapha com predomínio de uma ou mais, ou sejseja, existem 7 tipos de constituição: Vata, Pita, Kapha, Pita-Vata, Pita-Kapha, Vata-Kapha, Vata-Pita-Kapha.

DeDescrevo a seguir as principais características de cada um, para que possa saber qual o dosha que predomina em si!





AYURVEDA o que é Vata?


O Prakriti Vata tem características físicas, fisiológicas e psicológicas bem definidas:

1-Características físicas: tem uma estrutura óssea estreita, magra e um fraco desenvolvimento muscular.

2-Características fisiológicas: tem apetite e digestão irregulares, com as fezes são secas e escassas. Transpiram pouco e não urina muito. Têm sempre as mãos e os pés frios. Dormem pouco e têm tendência a acordar durante a noite. Cansam-se facilmente.

3-Características psicológicas: são pessoas criativas, entusiastas e captam tudo rapidamente. No entanto, têm uma memória fraca. São agitadas: falam e movem-se rapidamente. Têm tendência a emoções negativas como medo e ansiedade.

AYURVEDA o que é PITTA?

O Prakriti Pitta tem características físicas, fisiológicas e psicológicas bem definidas:

1-Carcterísticas físicas: têm uma estrutura óssea média, peso médio e desenvolvimento muscular moderado.

2-Carcaterísticas fisiológicas: tem um forte apetite e uma boa digestão, com fezes abundantes. Transpiram e urinam abundantemente. Têm sempre as mãos e pés quentes. Dormem bem podendo ter dificuldade em adormeçer.


3-Características psicológicas: são inteligentes, planeadoras e ambiciosas. No entanto, são narcisistas. São determinadas: falam e movimentam-se com autoconfiança. No entanto, têm tendência a emoções negativas como irritabilidade, inveja e ciúme.

AYURVEDA o que é KAPHA?

O Prakriti Kapha tem características físicas, fisiológicas e psicológicas bem definidas:

1-Características físicas: têm uma estrutura óssea bem desenvolvida e um bom desenvolvimento muscular. No entanto, têm tendência a excesso de peso.

2-Características fisiológicas: têm um forte apetite mas uma digestão fraca, com tendência a sonolência após as refeições. As excreções são abundantes mas a transpiração émoderada. Têm sempre as mãos e os pés frios. Dormem muito e têm uma boa vitalidade.

3-Características psicológicas: demoram tempo a compreender determinado assunto mas têm uma boa memória. São pessoas calmas, compreensivas e amorosas. São lentas: falam e movimentam-se devagar. São geralmente pessoas alegres mas possessivas. Ganham dinheiro mas não o gastam. Têm tendência a emoções negativas como melancolia.

AYURVEDA o que é o VIKRITI ou vikruthi?

Vikriti significa «alteração do corpo, mente e consciência» em sânscrito e surge quando o dosha se altera para além do Prakriti. O vikriti pode ter dosha Vata, Pita, Kapha ou uma combinação entre estes.

Conhecer o vikriti é fazer o diagnóstico da doença pela Ayurveda. Conhecendo o vikriti, o profissional de Ayurveda pode delinear um plano de tratamento, seguindo o princípio «oposto trata oposto».

Assim sendo, se o vikriti tiver dosha Vata, o tratamento será aumentar Pita-Kapha no organismo. Se o vikriti tiver dosha Kapha, o tratamento será aumentar Pita-Vata no organismo. Se o vikriti tiver dosha Pita, o tratamento será aumentar Vata-Kapha no organismo. Na prática clínica não é assim tão simples porque raramente surge um paciente com vikriti monodosha. É necessária experiência com a Ayurveda para diagnosticar o vikriti e prescrever o tratamento.

AYURVEDA como atua na doença?

Na doença, a Ayurveda atua através da alimentação, plantas medicinais, procedimentos de desintoxicação e tratamentos externos. Na Ayurveda Ancestral praticavam-se terapias com metais e sanguessugas nas doenças de elevada mortalidade, atualmente não utilizados.

Estão bem protocolados os alimentos, plantas e outros procedimentos internos, mas também externos, adequados para aumentar determinado dosha no organismo e devolver o equilíbrio.

Estão bem protocolados os procedimentos externos para aumentar ou diminuir o dosha no organismo. Por exemplo, o «basti» é um procedimento externo muito eficaz para tratar patologias com vikriti vata.






Além do tratamento, é objetivo da Ayurveda identificar a causa da doença e promover a sua eliminação, para prevenir recidivas. Na consulta de Ayurveda, o profissional de saúde não foca apenas na sintomatologia, mas principalmente na constituição física e psicológica do indivíduo, bem como procura identificar os fatores causais da doença, que transmite ao paciente. Daí que o paciente é o principal agente da cura, mudando hábitos e ambientes causais da doença. A cura não é o medicamento, mas o autoconhecimento.

AYURVEDA o seu conceito de saúde

O conceito de saúde pela Ayurveda não é apenas a ausência de uma doença orgânica, quantificável por exames imagiológicos e análises sanguíneas. É um estado de bem-estar pleno:

1-Há um equilíbrio do dosha no nosso organismo, considerando o nosso prakriti (sama dosha);

2-Os tecidos estão bem nutridos, considerando o nosso prakriti (sama dhatu)

3-A digestão ocorre normalmente, considerando o nosso prakriti (sama agni)


4-As excreções ocorrem normalmente, considerando o nosso prakriti (sama mala)

5-Há um equilíbrio entre a alma, a mente e os sentidos (prasana atma indrya manas), que se traduz na expressão da Alma através das nossas ações.

Este conceito de saúde perfeita, difícil de atingir, só é possível através do trabalho árduo, persistente e duo entre o profissional de ayurveda e o paciente.

AYURVEDA o mecanismo da doença

Segundo a Ayurveda todas as doenças iniciam no desequilíbrio do sistema digestivo, sendo que este existe ni plano físico, no plano mental e no plano espiritual. No plano físico, a doença ocorre pela seguinte ordem de desequilíbrios:

1-Fase 1 da doença: surge o Vikriti no Sistema Digestivo com alteração do agni;

2-Fase 2 da doença: há um agravamento do Vikriti no Sistema Digestivo com formação de ama no intestino;

3-Fase 3 da doença: O Vikriti e Ama vão para o plasma, sangue, pele e músculos;

4-Fase 4 da doença: AMA e Vikriti reagem com o órgão ou tecido enfraquecidos;

5-Fase 5 da doença: há manifestação clara da doença, com alterações orgânicas mensuráveis por imagiologia e análises clínicas;

6-Fase 6 da doença: surgem as complicações da doença porque o órgão doente afeta os outros órgãos.

TODAS AS DOENÇAS EM FASE 1 e 2 SÃO CURÁVEIS. São diagnosticadas pela MEDICINA OCIDENTAL apenas na fase 4 e 5.

AYURVEDA a importância da prevenção da doença

Sendo que todas as doenças, no plano físico, começam no desequilíbrio do sistema digestivo, é possível prevenir a doença se estivermos atentos à nossa digestão e corrigirmos maus hábitos alimentares que conduzam à seguinte sintomatologia, consoante o vikriti de cada um:

1-Vata: estar atento a gases intestinai e flatulência que pode ocorrer até 4h após as refeições; obstipação, peristaltismo retrógrado e refluxo adstringente.


2-Pita: estar atento a acidez e azia que pode ocorrer até 2 horas após as refeições; refluxo ácido e boca amarga.

3-Kapha: estar atento a diminuição do apetite ou náuseas que pioram comendo mas aliviam com o vómito, bem como sensação de estômago pesado após as refeições e refluxo adocicado ou salgado.

É também essencial estar atento a sintomatologia de ama no intestino:

1- Cansaço, sensação de peso,

2-falta de apetite

3-cobertura branca na língua

4-mau hálito

5-urina e fezes com mau odor,

6-Transpiração com odor

AYURVEDA o que é AMA?

Designa-se por AMA as substâncias não digeridas pelo sistema digestivo ou em cada um dos 7 tecidos: plasma (rasa), sangue(rakta), tecido muscular(mamsa), tecido adiposo(meda), tecido ósseo(ashti), tecido nervoso(majja) e tecido reprodutivo(sukra). São consideradas BIOTOXINAS, que devem ser eliminadas:

1-glúten, proteína de difícil digestão;

2-caseína, proteína de difícil digestão;

3-fermentações no intestino, relacionadas com digestão não completa dos alimentos;

4-ácido úrico, considerado ama dos tecidos;

5-emoções não aceites ou deficientemente processadas, consideradas ama do sistema nervoso.

AYURVEDA de que modo as emoções desencadeiam a doença?

No plano mental alterações no «seu aparelho digestivo» (discernimento) conduzem a emoções negativas que, quando ocorrem de modo prolongado, podem contribuir para o aparecimento de doenças.

O medo, a insegurança e a ansiedade desencadeiam o vikriti Vata: tendência a doenças do sistema nervoso neurodegenerativas, doenças osteoarticulares e doenças autoimunes, como por exemplo artrite reumatóide, tiroidite e doença de Parkinson.

A irritabilidade, a raiva, a inveja e o ciúme desencadeiam o vikriti Pita: tendência a doenças do fígado e coração, como por exemplo colesterol elevado e HTA.


A tristeza, a melancolia e o apego desencadeiam o vikriti Kapha: tendência a doenças metabólicas e respiratórias, como por exemplo diabetes e doença pulmonar obstrutiva.

Quer saber mais sobre Psicologia Ayurvédica? Leia o livro «Ayurveda and the mind» do autor Dr David Frawley. Conheça o seu trabalho em https://www.vedanet.com/

AYURVEDA quais as suas estratégias para equilibrar as emoções?

Quando o ser humano identifica, compreende e aceita as suas emoções, estas diminuem em intensidade. Por isso, ajudar o paciente a compreender as suas emoções é a prioridade pela Ayurveda. No entanto, pode ser necessário recorrer a uma ou várias das seguintes estratégias apaziguantes:

1-Aromaterapia

Consiste na utilização de óleos essenciais com o objetivo de relaxar ou estimular. É uma terapia fácil e com rápidos resultados, no entanto curtos.

A aromaterapia Ayurvédica não se baseia apenas na relação composição/atividade como a Aromaterapia Ocidental. Existe um conjunto de óleos essenciais benéficos para cada tipo de vikriti. Por exemplo, a alfazema é um bom relaxante para mulheres com prakriti Vata, não sendo tão eficaz nas mulheres com prakriti Pita, contradizendo a evidência ciêntifica ocidental, mas verificado na prática clínica. 

2-Fitoterapia

Através das plantas é possível estimular ou relaxar, consoante o objetivo da terapia. É uma técnica fácil e reconhecida pelos seus resultados rápidos e duradouros.






3-Pranayama

Consiste na prática de técnicas respiratórias orientadas com o objetivo de produzir um efeito estimulante ou relaxante. É uma terapia que precisa de treino, regularidade e persistência, com resultados a médio-longo prazo.





4-Yoga

O yoga é uma prática que coordena movimento, concentração e respiração, produzindo um efeito estimulante ou relaxantede, dependendo da sequência de movimentos corporais ou asanas. Por exemplo, a SURYANAMASKAR é uma prática de yoga estimulante que envolve um conjunto de 12 movimentos corporais coordenados com a respiração e concentração, que devem ser feitas ao acordar. Exige treino, regularidade e persistência, com resultados a médio-longo prazo, mas duradouros.

5-Meditação

A meditação é uma prática que envolve coordenação entre respiração, concentração e sons com o objetivo de atingir um estado mental sátwico, correspondente ao estado de discernimento mental máximo. É uma terapia muito útil em estados de agitação e confusão mental. É uma técnica que precisa de treino, regularidade e persistência, com resultados a médio-longo prazo.






6-Massagens

A Ayurveda descreve um tipo de massagem para cada vikriti, especificando o tipo de movimentos, o tipo de óleo utilizado e o local da massagem. Por exemplo, a shiroabhyanga é uma massagem muito eficaz para apaziguar o vikriti Vata. É um procedimento com resultados rápidos mas de curta duração, daí a importância da automassagem diária.








7-Mantras

Esta prática com resultados surpreendentes consiste em vocalizar determinados sons durante 108 vezes com o objetivo de  estimular ou desbloquear determinados chakras, devolvendo serenidade à mulher. Nesta prática é utilizado o calar de meadow que tem 108 contas. Exige treino, regularidade e persistência, com resultados a médio-longo prazo, mas duradouros. Por exemplo, o mantra «Om nanah shivaya namaha» permite acalmar e superar os momentos de maior stress na vida.

8-Cromaterapia

A terapia pela cor permite estimular ou relaxar, mas é mais eficaz se utilizarmos as cores da Natureza e se permanência de contacto visual for longa, pelo menos de 1h. Por exemplo, nos momentos de maior stress, a mulher prakriti Pita dede contactar com a cor verde, abundante na Natureza. Já mulher prakriti Vata deve contactar com a cor amarela, abundante nos dias de Sol. A mulher

Exige treino, regularidade e persistência, com resultados a médio-longo prazo, mas duradouros. 





AYURVEDA e o anti-aging

A estratégia de anti-aging tem o seguinte protocolo:

1-Remoção de ama(biotoxinas) através da alimentação e fitoterapia

2-Equilibrar o agni(digestão) através da alimentação e fitoterapia

3-Controlar a Vikriti(o que está em desequilíbrio) através da alimentação, fitoterapia e estilo de vida


4-Fornecer orientação sobre estilo de vida de acordo com a Prakritti (constituição individual), de forma a prevenir a doença (swasthavritya)

5-Receber tratamentos internos e externos tonificantes (rasayana)

Quer fazer uma consulta de anti-aging pela Ayurveda?

https://www.sarabiokosmetica.com.consulta-mulher-ayurveda

CONCLUSÃO

A Ayurveda é um sistema de saúde cuja evidência é baseada na sensibilidade e experiência, transmitida através das gerações há mais de 5000 anos. É um sistema de saúde seguro e eficaz, apoiado pela atual ciência biomolecular com milhares de estudos científicos realizados por todo o mundo. Foi desenvolvida na Índia mas é atualmente praticada em todo o mundo e reconhecida por trazer um bem-estar ótimo de saúde física, mental e emocional, através do autoconhecimento e estilo de vida.

A Ayurveda tem sido uma inspiração ao longo da História, tendo contribuído para a evolução das atuais Psicologia, Fitoterapia e Naturopatia. Mas a enorme vantagem da Ayurveda sobre a Medicina Ocidental é que aquela sabe atuar antes do desequilíbrio se tornar orgânico e mensurável através de umas análises clínicas ou exame imagiológico. A Ayurveda é mestre na prevenção da doença e no anti-aging.

A Ayurveda é o seu livro de instruções para que viva autoconsciente e plenamente feliz! Exige aprendizagem, estudo e prática com disciplina, coragem, determinação e persistência. Quer conhecer-se verdadeiramente? Siga a Ayurveda, «the spirit, body and mind lifestyle».